sábado, 11 de janeiro de 2014

Citação - Wayne Dyer




"Vivemos num mundo que endossa a raiva e a vingança. É um mundo onde as pessoas estão quase sempre em guerra de um jeito ou de outro.
Culpar outros pelas condições de sua vida apenas alimenta a raiva. Nunca sentirmos raiva será tão improvável para nós quanto nunca existirem nuvens no céu. O problema ocorre quando nos apegamos a isso deliberada ou irremediavelmente, e descobrimos que possuímos culpa, vingança e julgamento, dos quais somos incapazes de nos liberar, ou não desejamos isso.
Recomendo ser brando consigo mesmo e amar a si mesmo independente do modo como as outras pessoas regem no universo. Tente não ser ligado a nenhuma crença de que os outros não deveriam ser o que são e, ao contrário, compreenda que eles estão em seu próprio caminho, e que sua opinião a respeito deles não tem nada a ver com o modo como se comportam. Encha-se de amor até mesmo em relação àqueles que lhe causariam mal, que é o que todos os líderes espirituais disseram, e veja se ainda sente raiva e desejo de vingança. Isso só é difícil se você estiver ligado a que o mundo seja diferente do que é. Se puder aceitar até mesmo aquilo que não deseja e enviar amor quando antes enviava ódio, não precisará mais ter pensamentos de raiva. Não precisará mais "ajustar contas". Ao contrário, será incapaz de se apegar à raiva ou de se imobilizar com tais pensamentos.
Quando ensina si mesmo a ter pensamentos harmoniosos, em vez dos que exprimem discórdia e dissensão, verá que a raiva é uma opção que você já não mais escolhe. Quando pára de culpar e assume a responsabilidade por todo o seu mundo interior, a raiva também se dissipa. Quando você, por fim, mandar completamente a raiva embora, não terá mais sua vida distorcida pela necessidade de vingança. Não optará por passar o controle de sua vida àqueles que no seu entender o prejudicaram. Você encontrará um sentido de paz através do seu ato de perdoar e continuará no caminho da iluminação".
Wayne Dyer, no livro - "Crer para ver"