segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

As Aventuras de Sri Prem Tata - Episódio 14 - As alegrias de cada um; Ou Diga-me o que fazes no teu tempo livre e te direi quem és





Era o período de festividades anual no reino em que Sri Prem Tata morava. As ruas se enchiam de colorido e as pessoas, como que por decreto, sentiam-se leves e soltas, bem como livres de suas obrigações diárias.
Tata e seu fiel escudeiro, por seu turno, permaneciam nas suas calmarias habituais. Ambos se dirigiam aos bosques para meditação quando se depararam com uma multidão de foliões vinda no sentido contrário. O assistente de Tata sobressaltou-se ao ver várias pessoas excedendo-se em seus atos e, de imediato, indagou o mestre qual seria a razão de tamanho excesso.
Tata, sem sair da sua serenidade, manifestou-se dizendo: “As manifestações externas de cada um refletem o seu mundo interno. As pulsões interiores não harmonizadas ficam à espreita de uma oportunidade para exteriorizarem suas potências”.
“Mas, mestre”. Insistia o companheiro de viagem. “Isso não é certo!”. Ao que Tata respondeu: “No mundo psíquico, assim como no mundo espiritual, não há certo ou errado, o que há são causas e consequências, atos e efeitos. Aquilo que não for equalizado no interior do indivíduo tornar-se-á seu algoz. É assim para todo mundo. Lembrando, sempre, que não nos cabe julgar quem quer que seja por ainda não ter encontrado a si mesmo”.