domingo, 20 de dezembro de 2015

As Aventuras de Sri Prem Tata - Episódio 11 - A persona de cada um; Ou A armadilha da função inferior


Certa feita, Sri Prem Tata foi procurado por uma conhecida cantora do reino. Jazlen havia sido a melhor cantora de sua época, sendo frequentemente requisitada pelo rei para cantar nos principais festejos, tornando-se assim uma celebridade. Com voz suave, ela cantava e encantava, entretanto, uma grave enfermidade em suas cordas vocais deixara-a impossibilitada de continuar seu ofício. Acometida pela depressão e desânimo, Jazlen, abatida e sem vida, procurou Tata. 
Após discorrer sobre os seus tempos dourados e reclamar do seu destino atual, a antiga cantora desabafou: “Que lástima para mim ter sido tudo o que fui e agora não ter mais o reconhecimento e atenção pelo meu trabalho. Quisera não ter vivido o que vivi.” 
Tata, após ouvir pacientemente, as ponderações de Jazlen, asseverou: “Você não é o seu ofício. Ao apegar-se às glórias que o seu canto trouxe, você correu um grande perigo que é identificar-se com a persona. Em verdade, a persona é o que não se é realmente, mas sim aquilo que os outros e a própria pessoa acham que é. A tentação de ser o que se aparenta é grande, porque a persona frequentemente recebe seu pagamento à vista, entretanto cobra a sua compensação a prazo. A sua situação atual, que entende como lástima é, na verdade, a oportunidade para que você se torne a pessoa que realmente é. Certamente, se você aceitar o destino que se apresenta, descobrirá um dom extraordinário até então oculto pela sua sombra, e assim, verdadeiramente, executará a sua missão nesta encarnação.”